Auditores fiscais podem responder processo em até um ano

Sessenta e dois auditores fiscais denunciados pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) na Operação Publicano vão responder a procedimentos administrativos disciplinares. Estes processos podem demorar até um ano, as comissões criadas para apurar possíveis irregularidades tem um prazo de 90 dias, e prorrogáveis por mais 90. Durante o período serão ouvidas testemunhas e vão apresentar suas defesas.

Deixe uma resposta