Aumento brutal no IPTU não é “Justiça Fiscal”

O termo Justiça Fiscal vem sendo usado com frequência pelo prefeito de Londrina, Marcelo Belinati e seus assessores diretos que defendem o aumento brutal do IPTU.

Mas o seu uso não é adequado para este caso.

Podemos explicar Justiça Fiscal, a verdadeira, da seguinte forma: A prefeitura de Londrina arrecada, suponhamos, R$ 100 milhões com o IPTU. Entre os contribuintes há os que pagam muito sem poder e os que pagam pouco quando deveriam estar pagando mais. A Justiça Fiscal equalizaria isso fazendo que os que têm capacidade contributiva maior pagassem mais e os que tem capacidade contributiva menor pagassem menos. Somando os pagamentos, continuariamos com a arrecadação de R$ 100 milhões, capicce? Não haveria aumento de imposto.

Isso é Justiça Fiscal.

O que a prefeitura está propondo é aumento brutal de impostos, quer mais do que dobrar a arrecadação do IPTU num momento em que os valores dos imóveis cairam e a crise econômica derrubou salários e causa desemprego em todo o País. Ou seja, todos vão pagar mais ou muito mais, inclusive os que não podem pagar, que são muitos.

3 comentários em “Aumento brutal no IPTU não é “Justiça Fiscal”

  • 20/09/2017, 20:03 em 20:03
    Permalink

    Seu Paçoca mudando de assunto: O empresário Oswaldo Pitol receberá o título de Cidadão Honorário de Londrina, nesta quarta-feira (20), às 20 horas, durante sessão solene na Câmara Municipal.Uma grande estrutura de Tendas enormes foram montadas na entrada da Câmara Municipal de Londrina em frente aos outros dois poderes, executivo e judiciário. Ocorre que no final da tarde, um grupo de manifestantes com gritos de queremos moradia se instalou-se inclusive com barracas bem em frente ao local onde estão as tendas. A guarda municipal estava no local, a imprensa também, mas ao que parece nenhuma ocorrência. O que chamou a atenção foi a presença de dois caminhões que provavelmente estavam trazendo comidas e bebidas para um possível coquetel.Será que todo título de cidadão honorário de Londrina tem essa pompa toda? Quem está pagando esse evento seria a Câmara de Londrina ou o próprio cidadão honorário?

    Resposta
  • 20/09/2017, 20:23 em 20:23
    Permalink

    O Kireeff também encaminhou projeto semelhante e o argumento foi o mesmo. Qual a diferença agora seu Paçoca?
    Tem injustiça sim. Veja quanto paga um terreno no Royal Golf e um no Alphaville. Vá se informar blogueiro.

    Resposta
    • 21/09/2017, 09:21 em 09:21
      Permalink

      Leia novamente o post com atenção. Ele mostra o que é justiça fiscal e o que é aumento real de imposto. Caso não consiga compreender o teor do texto, entre em contato.

      Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: