Bancada feminina não tem direito a indicar membros para a CPI, mas vai participar

As integrantes da bancada feminina do Senado Federal vão trabalhar em esquema de rodízio para acompanhar presencialmente as reuniões da CPI da Pandemia. De acordo com a líder da bancada, senadora Simone Tebet (MDB-MS), a participação das mulheres pode ser decisiva para o bom andamento dos trabalhos do colegiado.

 

Fonte: Agência Senado

Deixe uma resposta