Bancos e o crédito

do Zé Beto/Do Analista dos Planaltos

Os bancos estão postergando contas do cartão de crédito e dívidas assumidas. O crédito consignado no governo do Paraná foi prorrogado em 90 dias para os servidores, sem qualquer juros nos bancos que operam na Secretaria de Administração.
Já o Paraná Banco, que detém a carteira de empréstimo consignado do Tribunal de Justiça do Paraná, não quer saber de atender os funcionários do Judiciário – está insensível sobre renegociar ou alongar o pagamento das faturas.
O banco é do empresário Joel Malucelli, e a fatura política disso pode ir para João Arruda, presidente do MDB, sobrinho de Roberto Requião e pré-candidato a prefeito de Curitiba. É um assunto que jamais vai entrar nas suas lives ou nos comentários que faz na rádio Cidade, que pertence ao sogro.

Deixe uma resposta