Belissimo documentário sobre as mulheres pioneiras de Londrina

O documentário retrata a dura realidade enfrentada pelas mulheres no início da cidade que, de alguma maneira, foi construída por elas e por suas famílias. A escolha de valorizá-las se deve às situações em que elas foram pouco mencionadas e, na maioria das vezes, esquecidas na história oficial escrita, que narrou prioritariamente os feitos dos homens. Os registros históricos valorizaram o espírito pioneiro, as conquistas que marcaram cada etapa do desbravamento da região, cada construção importante. Às mulheres couberam, muitas vezes, somente os papéis de coadjuvantes nessa epopéia registrada sob o ponto de vista masculino. Elas sofreram, tanto ou mais até do que os homens, os rigores da terra selvagem, das intempéries do tempo, da falta de quase tudo que lembrasse conforto e segurança. E ainda tinham os filhos sob sua responsabilidade. O documentário expõe testemunhos e narrativas de mulheres pioneiras de Londrina. Trabalho de Conclusão de Curso da faculdade de Jornalismo da Universidade Estadual de Londrina (UEL). Discente: Katia Peruzi. Orientador: Ossamu Nonaka.

5 thoughts on “Belissimo documentário sobre as mulheres pioneiras de Londrina

  • 28/07/2021, 17:18 em 17:18
    Permalink

    A própria historiografia foi a grande culpada.
    A historiografia contemporânea colocou a contribuição feminina no seu lugar de merecimento, reconhecimento.

    Resposta
  • 29/07/2021, 00:03 em 00:03
    Permalink

    Parabéns à Katia e ao Ossamu pelo belíssimo trabalho!!!!!

    Resposta
  • 29/07/2021, 13:31 em 13:31
    Permalink

    Vídeo emocionante. Parabéns pelo trabalho.

    Resposta
  • 29/07/2021, 18:53 em 18:53
    Permalink

    Muito importante esse documentário
    Parabéns!

    Resposta
  • 01/08/2021, 14:24 em 14:24
    Permalink

    Que lindo…como é bom ouvir essas pessoas, aprender a valorizar o que temos hoje,mas nunca pensei numa construção da cidades feita só por homens, pra mim elas sempre estiveram presentes.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: