Cadê a transparência: Rolândia, Arapongas e Apucarana

O Tribunal de Contas do Paraná está de olho na falta de transparência de alguns portais de transparência no Estado.  O órgão emitiu medidas cautelares que determinam aos municípios de Apucarana, Arapongas e Rolândia (todos na Região Norte do Estado) que disponibilizem, na íntegra, todos os procedimentos licitatórios e contratos realizados; e demonstrem a adoção de medidas para manter seus portais da transparência permanentemente atualizados, no prazo máximo de 15 dias.

As prefeituras terão, ainda, que prestar informações a respeito das supostas irregularidades nas licitações realizadas para a compra de medicamentos. As cautelares foram concedidas pelos conselheiros Artagão de Mattos Leão, Fernando Guimarães e Ivens Linhares; e homologadas nas sessões do Tribunal Pleno realizadas em 12 e 19 de julho.

Deixe uma resposta