Câmara de Assaí aprova Comissão Processante contra o prefeito acusado de assédio sexual

A Câmara de Vereadores de Assaí decidiu agora há pouco abrir uma Comissão Processante para apurar possíveis desvios de conduta do prefeito Acácio Secci.

Ele foi acusado por uma professora de assédio sexual.

Votaram pela abertura da CP os vereadores Amarildo Correia, Cebolinha, Minoru Takazaki, José Andrade dos Santos e Piozzo. Votaram contra Juliana da Silva, Michele Morikawa, Flávio de Mamorin (Flavinho) e Antonio Menegildo Gavião.

 

Deixe uma resposta