Câmara de Curitiba aprova projeto que retira R$ 600 milhões da previdência dos servidores

Do blog do poderoso Fernando Tupan

Com 25 votos favoráveis e 9 contra, a Câmara Municipal de Curitiba aprovou a proposta que retira R$ 600 milhões do IPMC (Instituto de Previdência de Curitiba). A surpresa da votação foi Toninho da Farmácia (PDT) que cravou “sim” pela proposição, mesmo com orientação da Executiva Municipal do PDT ter fechado questão pelo “não”. Segundo um membro da Executiva, o partido pretende pedir o mandato por infedelidade partidária. Caso isso aconteça, será a 1ª vez que um vereador curitibano perderá o mandato por contrariar a orientação dos dirigentes.

2 thoughts on “Câmara de Curitiba aprova projeto que retira R$ 600 milhões da previdência dos servidores

  • 26/06/2017, 21:36 em 21:36
    Permalink

    O prefeito de Curitiba repete Beto Richa: enfia a mão no dinheiro dos aposentados para administrar no sossego. Dane-se o próximo governo… e o funcionalismo que financia a incompetência do Greca e do tucano com o dinheiro que não poderá contar no futuro. O eleitorado está pagando pela escolha de inimigos do trabalhismo para os governos de Curitiba e do Paraná.

    Resposta
  • 26/06/2017, 23:15 em 23:15
    Permalink

    Pois é ,na valentona os caras vão tirando dinheiro de funcionário para fazer sabe Deus o que,Deve ser culpa do PT,ELES NADA FIZERAM.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: