Canziani emplaca mais um na administração Belinati

E o quase prefeito de Londrina, o ex-deputado federal Alex Canziani, emplaca mais um na administração Marcelo Belinati.

É o jornalista Marcelino Jr, companheiro de jornada de Canziani desde a época em que o ex-deputado era vereador em Londrina.

Marcelino será o responsável pela implantação da assessoria de imprensa na Sercomtel Iluminação e Contact Center.

21 comentários em “Canziani emplaca mais um na administração Belinati

  • 18/06/2019, 09:34 em 09:34
    Permalink

    Se existem profissionais concursados lá, trabalhando como jornalistas, é necessário um assessor de imprensa?
    Cabidaço pra jogar a população contra a empresa, pra quê? Incentivar a venda ou a entrega de bandeja de uma empresa que dá lucro mas dá prejuízo (?!). Cadê o GAECO? Cadê o Ministério Público pra cobrar administração pública pela Improbidade? Cadê a Câmara de Vereadores pra fiscalizar essas coisas? Ah… estão distribuindo títulos e criando leis de nome de ruas…Mas pode deixar: Mário Takahashi está de volta. Ô Mário ajuda aí, porque tá difícil.

    Resposta
  • 18/06/2019, 10:01 em 10:01
    Permalink

    Não é na Telecom não, é na Sercomtel Iluminação. Estão empurrando guela abaixo DOIS “acessores” amigos desses políticos sem necessidade alguma e sem experiência alguma no ramo da empresa. Os dois aspones vão sugar pelo menos 6 mil por mês cada um, sem contar os encargos trabalhistas, férias, 13º. Estão fazendo na Iluminação a mesma coisa que fizeram por anos na Telecom e quebraram ela.

    Resposta
  • 18/06/2019, 10:49 em 10:49
    Permalink

    Depois os políticos falam que o problema da empresa Sercomtel é fluxo de caixa, com suas contas malucas de vai e vem de dinheiro, que é a folha de pagamento, o passivo trabalhista… Estão plantando vento, pra colher tempestade. Propósito: fazer a venda. O sobrinho veio pra terminar o que o Tio começou. Vai sobrar pouco da empresa e da Cidade pro próximo prefeito e para os próprios Londrinenses.

    Resposta
  • 18/06/2019, 13:21 em 13:21
    Permalink

    Por que indicação politica se tem acessores concursados que ganha bem menos na Sercontel Telecon que podem perder seus cargos caso a Sercomtel Telecon seja vendida,por que não aproveitar e ter menos gasto? Indicação politica pra ganhar 6.000 pra que fazer concurso entäo é só arrumar um politico e puxar o saco.Eita Brasil só tem valor quem tem um politico de estimação.

    Resposta
  • 18/06/2019, 13:35 em 13:35
    Permalink

    Não precisa mais fazer concurso só ser puxa saco de politico.Pra que estudar pra concurso??

    Resposta
  • 18/06/2019, 14:13 em 14:13
    Permalink

    Então né… E ainda tem gente que pensa que a empresa deve continuar pública…

    Resposta
  • 18/06/2019, 15:23 em 15:23
    Permalink

    Como tem gente invejosa! Se o ex-deputado tem esse poder, é porque ele o conseguiu a duras penas, com trabalho incansável. Além do mais, vamos olhar o lado generoso do pai da deputada federal: tudo que ele está fazendo é ajudar o Marcelo a governar (sic) Londrina. Todo mundo sabe que nessa parte de governar o Marcelo é um tanto carente. (hihihi) Mas eu quero ver mesmo é a reação desses invejosos se a filha do Alex votar a favor da reforma da previdência do Bolsonaro & Guedes e receber um extra de R$ 40 milhões em emendas parlamentares…

    Resposta
    • 19/06/2019, 08:29 em 08:29
      Permalink

      Ohhh Sr. “Pelego” Décio Paulino, independente do que ele fez ou deixou de fazer, nada o torna DONO de cargos no serviço público não, se liga!!! pelo jeito o Sr. deve ser um desses que vive em baixo de saco de político.

      Resposta
      • 19/06/2019, 11:59 em 11:59
        Permalink

        Meus caros funcionários indignados, me desculpe, eu estava sendo irônico. Alex, Marcelo e a cambada toda de bolsonarianos na prefeitura só querem mesmo é arrumar a vida de parentes e amigos e ferrar os trabalhadores com a conversinha fiada que querem combater a corrupção e o globalismo socialista, papo deste tipo. Alex e Marcelo criaram essa patranha de que o IPTU precisava ser atualizado e encheram os cofres da prefeitura de dinheiro. Agora vão encaixando gente nos serviços públicos municipais pra dividir essa dinheirama. Os amigos já devem ter ouvido de patrimonialismo. Pois é, os campeões do patrimonialismo londrinense têm exatamente os nomes Canziani e Belinati.

        Resposta
  • 18/06/2019, 16:25 em 16:25
    Permalink

    Infelizmente a Sercomtel só serve pra acomodar incompetentes parceiros políticos. Vão fazer com a iluminação (criada pelo Schinneider na adm Kireeff) o que sempre (e estão fazendo) fizeram com a Telecom. Canziani cansou de falar pro Adati que a Sercomtel ñ tinha futuro, mas sempre mandou e desmandou na empresa indicando seus parceiros.

    Resposta
  • 18/06/2019, 21:29 em 21:29
    Permalink

    Esse é o verdadeiro câncer da política Londrinense, o boneco de Olinda o prefeito de fato, pq o outro que falava que sabia o caminho das pedras, perdeu o caminho e nao achou as pedras. 😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😄😄😄

    Resposta
  • 18/06/2019, 22:33 em 22:33
    Permalink

    A roda nao pode parar, vai pro mesmo caminho da SERCOMTEL Mãe, mais conhecisa como a galinha dos ovos de ouro que acabou sucumbimdo. A Ask e a Sctl Iluminação ( que esta sob suspeita de ser empresa inconstitucional) seguem o mesmo caminho. Coitados dos funcionarios que se dedicaram e estudaram para prestar concurso público e que logo sentirao na pele o que os funcionarios sa SERCOMTEL estao sentindo. Estas empresas estao fadadas a seguir o mesmo caminho da SERCOMTEL, ou seja, desaparecer pela ingerencia Política que vai transforma-las num grande cabide de emprego, espertise dos Belinatis. Isso sem falar na COHAB, CMTU E CODEL e na propria Prefeirura. Quem viver verá.

    Resposta
  • 19/06/2019, 09:37 em 09:37
    Permalink

    Como a cidade tem invejosos. Que vergonha. Qualquer lugar do mundo se contrata bons profissionais. O fato da instabilidade não garante que a pessoa é amais qualificada. Muito comum do serviços público, que paga 35% mais que o setor privado no PR, conforme divulgado neste espaço, possui vários funcionários que não tem o desempenho esperado.
    A instabilidade deveria acabar ou ser avaliada a cada cinco anos.

    Resposta
  • 19/06/2019, 09:43 em 09:43
    Permalink

    O duro é aguentar a aspereza dele.

    Resposta
  • 19/06/2019, 20:55 em 20:55
    Permalink

    Que seje na ILUMINAÇÃO, não é Ético e muito menos Moral, pois nao será o primeiro, e só
    acompanhar pelos Atos Administrativos. A proxima empresa a ser inchada é a CONTACT CENTER.

    Resposta
  • 20/06/2019, 08:47 em 08:47
    Permalink

    Muito melhor o Marcelino na assessoria do que a turma do corpo mole que trabalha no SERCOMTEL. Essa turma de carreira inviabilizou a empresa. Pararam no tempo como faz todos do setor público de carreira.

    Resposta
  • 23/06/2019, 22:16 em 22:16
    Permalink

    O fato é que, a Contact e a Iluminação terão o mesmo fim que está tendo a Telecom, ou seja, estava tão inchada de tantas indicações políticas que até afundou, agora vão mamar tanto na teta das vacas holandesas (Contact e Iluminação)que daqui a pouco não terá mais de onde sugar, e aí vai ser a hora de tbm descarta-las, triste ver essa família fazendo a isto com Londrina viu!!!!

    Resposta
  • 25/06/2019, 11:47 em 11:47
    Permalink

    Vale mais um MAR do que dois FE-FE. Finalmente a imprensa ali está em boas mãos!

    Resposta
  • 25/06/2019, 14:03 em 14:03
    Permalink

    A função do poder público é garantir saúde, educação, segurança pública, assistência social e outras importantes coisas – menos telefone. A exploração da telefonia, em países decentes (e queremos que o nosso seja um dia), é algo inerente à iniciativa privada. Que me desculpem os empregados públicos da Sercomtel, mas temos que ser lúcidos e verdadeiros.

    A criação de uma empresa pública deve vislumbrar o seu alcance e benefício para a sociedade, para o cidadão, não deve ser criado para, primeiro, “arrumar” emprego público e, depois, para “manter” empregos públicos. Isso é secundário em todo o processo – o primário é o foco do interesse público. Que me perdoem, de novo, os funcionários da Sercomtel. Mas temos que ser verdadeiros. De novo.

    Foi-se o tempo que a querida Sercomtel era importante para a cidade, lá nos longínquos anos 60, 70 e 80. Nos anos 90, entretanto, com o início da privatização do setor, a Sercomtel perdeu seu mote, em que pese as campanhas contrárias (muitas das quais, forçadas) que ocorreram de lá para cá.

    Convenhamos: uma empresa pública (com raríssimas exceções, menos na telefonia) jamais terá condições de competir com as empresas privadas. Perde espaço, perde preço, perde valor. Perde eficiência. Perde competência. Na empresa pública não há competitividade interna. A empresa pública promove acomodação, por causa da estabilidade funcional.

    Sei que vou desagradar a muitos e que serei criticado aqui neste espaço, mas… fazer o quê. Pelo menos devemos tentar ser pragmáticos, temos que ser racionais. Nada contra, mas que me perdoem, novamente, os queridos empregados públicos da Sercomtel.

    Mas temos que ser verdadeiros.

    #pelaprivatizaçãodaSercomtel

    Resposta
  • 26/06/2019, 14:51 em 14:51
    Permalink

    Empresa pública nunca avança. Funcionalismo público subproduz, quer muito e faz pouco. Sociedade sofre, cidadão deprimido. Onde vamos parar? Que o novo contratado, fora das amarras do corporativismo funcional, mostre a que veio. Desejo sucesso!

    Resposta
  • 27/06/2019, 09:03 em 09:03
    Permalink

    PS,
    #SERCOMTELPRIVADAJÁ

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: