Cheque sem fundo pra pagar propina? Só em Londrina mesmo

É meu amigo. As coisas no Brasil estão tão absurdas que não há mais ética nem entre corruptos.

Veja se este blogueiro não tem um cadinho de razão. Segundo o promotor Leandro Antunes um dos motivos da prisão preventiva do empresário Vander Mendes foi que um cheque dele, sem fundo, no valor de R$ 30 mil,  foi encontrado na casa de Homero Wagner Fronja que seria usado para pagamento de propina. A chequita era destinada ao servidor Ossamu Kaminagakura, participante do esquema.

Deixe uma resposta