Com soluções para a indústria 4.0, pequena empresa recebe aporte de R$1,4 mi

Via Assessoria Sebrae

De Londrina, no norte do Paraná, a Aceno, pequena empresa do setor eletrometalmecânico, acaba de assinar contrato com a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) para receber um aporte de R$ 1,4 milhão e financiar o desenvolvimento de uma plataforma em nuvem e dispositivos inteligentes sem fio para comunicação e gestão de processos, geolocalização indoor e sensoriamento na Indústria 4.0.

A empresa foi aprovada no Programa Rota 2030 Empresarial, que visa apoiar o desenvolvimento, por empresas brasileiras, de produtos, processos e serviços inovadores para a cadeia automotiva. Os recursos financeiros são da Finep, do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) e do Ministério da Economia.

A empresa, que possui um portfólio de produtos e serviços voltados aos setores de food service, varejo, saúde e industrial, especialmente o automotivo, tem um histórico de participação em outros editais, tendo recebido aportes entre os anos de 2009 e 2014. Mas, o atual projeto é mais robusto e desafiador, já que envolve o desenvolvimento de uma linha de produtos e soluções, com muita tecnologia e engenharia. Serão três anos de trabalho.

“Vai refletir em mais contratações para a empresa. Em um primeiro momento, precisaremos de mais cinco pessoas, hoje somos em 10”, conta o engenheiro elétrico e um dos sócios da Aceno, Lucas Prado Lone. O trabalho envolve a criação de diversos equipamentos e tecnologias, como sensores inteligentes, comunicação sem fio, machine learning, Internet das Coisas. O objetivo é otimizar processos nas linhas de produção das montadoras.

Lone explica que os recursos vão contemplar, também, o desenvolvimento de software e hardware, registros de patentes e propriedade intelectual, assim como custos com processos de certificação na Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e internacionalmente. O projeto, apesar de receber financiamento federal, tem grande contrapartida da empresa londrinense.

“Também incluímos orçamento para integração com universidades da nossa região. Vamos contar com apoio e esforços da UEL e UTFPR de Cornélio Procópio para que tenhamos estudantes de Engenharia e Computação atuando na pesquisa conosco. Assim, ajudamos na formação desses estudantes, além de contarmos com o apoio de pesquisadores que serão orientadores dos alunos”, conta Lone.

Segundo o empresário, o objetivo de incluir no orçamento essa integração entre universidade e empresa é reforçar a prática no Ecossistema de Inovação de Londrina. “Somos membros do Inovemm desde o primeiro dia e as ações de captação de recursos estão dentro da missão e visão da governança [do setor Eletrometalmecânico]”, lembra.

Lone diz que um evento organizado pela governança no ano passado auxiliou no esclarecimento de dúvidas e contribuiu para a captação dos recursos, reforçando a importância de ações das governanças de tecnologia na cidade. Apesar do histórico da Aceno na participação em editais, Lone diz que a capacitação contínua para concorrer aos processos é muito importante.

Ao lado do irmão, o mestre em Computação, Tiago Prado Lone, sócio do negócio, passou centenas de horas escrevendo projetos no ano passado. “Não pode desanimar ou achar que uma tentativa de captação é suficiente. Vamos aprendendo com cada avaliação”, argumenta.

O consultor do Sebrae/PR, Eduardo Ribeiro Bueno Netto, afirma que o negócio possui perfil inovador, é atuante na governança do setor eletrometalmecânico e já participou de programas da instituição, como Alto Potencial e Tech By Sebrae. “Esses editais são importantes, pois oportunizam que pequenas empresas possam implementar inovação sem se preocupar com recursos financeiros”, afirma.

A empresa também tem um outro projeto em análise no edital Tecnova II, da Fundação Araucária, outra vertente de evolução do produto, que já foi habilitado e passou para a próxima fase.

Leia Também

Virada de ano da Covid

Documentário aborda 20 anos de assassinato do ex-prefeito de Santo André Celso Daniel

via Zé Beto Da coluna Painel, na FSP Cineasta Marcelo Felipe Sampaio entrevistou pessoas próximas...

Cidades com arrecadação proporcional baixa de ICMS esfolam no IPTU

A mágica não existe, cidades com boa arrecadação de ICMS não esfola o contribuinte com...

Comente!

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Buscar

Apoie o Blog

Paçoca TV

Herança Digital. Quem tem direito a ficar com seus seguidores e seus conteúdos na internet?
Herança Digital. Quem tem direito a ficar com seus seguidores e seus conteúdos na internet?
20:40

Paçocast

Enquetes

Nenhuma enquete aqui no momento, mas fique atento! Em breve novas enquetes no Paçoca com Cebola!
Barra Lateral 01
Barra Lateral 02
Barra Lateral 03
Barra Lateral 04