Começaram as condenações da “Lava a Jato”. Yousseff e Paulo Roberto Costa foram os primeiros

do Estadão/Por Ricardo Brandt, Julia Affonso e Fausto Macedo

A Justiça Federal condenou o ex-diretor de Abastecimento da Petrobrás Paulo Roberto Costa, pelos crimes de organização criminosa e lavagem de dinheiro oriundo de desvios de recursos públicos na construção da Refinaria Abreu e Lima (RNEST), no município de Ipojuca, Pernambuco – emblemático empreendimento da estatal petrolífera alvo da Operação Lava Jato.

Paulo Roberto Costa, primeiro delator da Lava Jato, não recebeu perdão judicial e pegou 7 anos de 6 meses de reclusão. Deste total serão descontados os períodos em que ficou preso na PF e em regime domiciliar, que cumpre desde outubro de 2014, com tornozeleira eletrônica.

Além de Costa, foram condenados o doleiro Alberto Youssef, peça central da Lava Jato, e outros seis investigados, entre eles o empresário Márcio Bonilho, do Grupo Sanko Sider. Delator da Lava Jato, Paulo Roberto Costa está em prisão domiciliar desde outubro de 2014. Em seus depoimentos ele escancarou o esquema de corrupção na Petrobrás e revelou o envolvimento de deputados, senadores e governadores no recebimento de dinheiro ilícito. (leia mais)

Um comentário em “Começaram as condenações da “Lava a Jato”. Yousseff e Paulo Roberto Costa foram os primeiros

  • 22/04/2015, 20:15 em 20:15
    Permalink

    Que rolo e que ta pintando em Assai, envolvendo o Prefeito Luis BUGRE,com o tal de LUIS ABI, sobre a venda de uma fazenda, a coisa esta na mão do MP, o povo estendeu seus braçõs para o norte velho, novo, e pra casa do chapeu, vamos esperar….

    Resposta
  • 22/04/2015, 20:49 em 20:49
    Permalink

    O que se pode esperar de um “magistrado” que escreve essa “pérola”: “A lavagem de grande quantidade de dinheiro merece reprovação especial a título de consequências”? A nível de qualidade redacional, até o Cerveró escreve melhor!

    Resposta
  • 22/04/2015, 21:05 em 21:05
    Permalink

    Que juiz é esse que solta rapidinho delator de tucano (que, por acaso, desaparece, se é que está vivo) na mesma velocidade que manda prender preventivamente suspeitos por meses e meses?

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: