Conar abre representação contra lives do sertanejo Gusttavo Lima e Ambev

do UOL

O Conar (Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária) abriu ontem (14) uma representação ética contra as ações publicitárias realizadas nos shows “Live Gusttavo Lima – Buteco em Casa” e “Buteco Bohemia em Casa”, do cantor Gusttavo Lima, transmitidos pelas redes sociais no dia 28 março e 11 de abril. Segundo o órgão, o processo foi aberto “a partir de denúncias recebidas de dezenas de consumidores”, que consideraram que as ações publicitárias realizadas pela Ambev “carecem de cuidados recomendados pelo Código Brasileiro de Autorregulamentação Publicitária para a publicidade de bebidas alcoólicas”

A Ambev informou que envia aos artistas patrocinados em lives um guia sobre as regras do Conar, mas disse que algumas orientações não foram seguidas. A empresa disse que vai reforçar essas recomendações. A assessoria do cantor afirmou que “não comentará o caso” e que vai se manifestar perante o órgão no prazo legal. A Ambev e o cantor podem enviar suas defesas ao Conselho de Ética, segundo o Conar, ou adaptar “de imediato o conteúdo publicitário das lives às regras éticas” — ou seja, retirar trechos da transmissão do ar. Ainda não há uma data para o julgamento do processo. As decisões do conselho são apenas recomendações e não têm força de lei, mas costumam ser atendidas por anunciantes. (Leia mais)

Deixe uma resposta