Dekassegui de Londrina fatura 700 mil dólares plantando mandioca em área de 5 hectares

do Taturana

Considerado o “Rei da Cebolinha” no Japão e caminhando para ser também o “Rei da Mandioca” no país asiático, o decasségui Walter Toshio Saito, vai abrir o ciclo de palestras da Feira Internacional da Mandioca (FIMAN), que começa nesta terça-feira n(22), em Paranavaí. Ele vai falar sobre produção e produtividade da mandioca no Japão.
Paranaense de Londrina e radicado no Japão há mais de 20 anos, Saito passou a se dedicar ao cultivo cebolinha, brócolis e mandioca de mesa na cidade de Kamisato, que divide sua economia entre agricultura e indústria, e está na região central do Japão, há aproximadamente 100 quilômetros de Tóquio. (leia mais)

Deixe uma resposta