Delator diz que PSDB recebeu 10 milhões para abafar CPI

Do UOL

O novo delator da Operação Lava Jato Carlos Alexandre de Souza Rocha, o Ceará, confirmou à Procuradoria-Geral da República o pagamento de R$ 10 milhões ao ex-presidente do PSDB senador Sérgio Guerra (PE) – morto em 2014 – para “abafar” a CPI da Petrobras de 2009, às vésperas do ano das eleições presidenciais em que Dilma Rousseff (PT) chegou ao Palácio do Planalto.

A revelação sobre o repasse milionário ao então número 1 do PSDB foi inicialmente revelada em agosto de 2014 pelo primeiro delator da Operação Lava Jato, engenheiro Paulo Roberto Costa, ex-diretor de Abastecimento da Petrobras. Segundo Costa, o dinheiro foi providenciado pela empreiteira Queiroz Galvão. O doleiro Alberto Youssef, que também fez delação, já havia confirmado o pagamento ao PSDB. (leia mais)

3 comentários em “Delator diz que PSDB recebeu 10 milhões para abafar CPI

  • 06/01/2016, 21:14 em 21:14
    Permalink

    É o terceiro delator que repete a denúncia que o PSDB levou R$ 10 milhões para abafar a CPI da Petrobras em 2009. Por isso que essa CPI sumiu do noticiário rapidamente sem que os tucanos Álvaro Dias (o cabeça da CPI) e Sérgio Guerra protestassem contra o fim da CPI. Também com essa grana toda…

    Resposta
    • 07/01/2016, 22:10 em 22:10
      Permalink

      Não podemos esquecer os dois senadores Sérgio Guerra e Álvaro Dias era do PSDB na CPI da Petrobras em 2009, fácil 10 milhões 5 para cada um tudo resolvido.

      Resposta
  • 06/01/2016, 21:18 em 21:18
    Permalink

    E o juiz Moro, que já deve estar cansado de ouvir essa história, até agora nada fez para esclarecer os fatos ou, pelo menos, tentar reaver esses R$ 10 milhões. A gente quer saber: essa grana foi dividida entre os 3 membros da oposição na CPI? Essa grana foi para os cofres do PSDB? Essa grana foi dividida entre os herdeiros do grão-tucano Sérgio Guerra?

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: