Demissão em massa

Trinta e sete servidores do Inep, instituto ligado ao Ministério da Educação e responsável pelo exame do ENEM, deixaram a autarquia sob denúncias de assédio moral, desmonte de diretorias, acúmulo de trabalho e pressão. Segundo Maria Inês Fini, responsável pela criação e implementação do Enem em 1998, trata-se uma situação “gravíssima” e que não permitirá a realização de um Enem “tranquilo”, relata Elida Oliveira.

Leia Também

César Silvestre entra na pista. Briga pelo governo do Paraná começa a ficar interessante

Agora começa a ficar mais interessante a disputa pelo governo do Paraná. Ontem o ex-prefeito...

Insatisfação na PM

Pelo número de policiais militares que mandaram mensagem ao blog, o contentamento deles dito pelo...

Em segundo turno, vereadores aprovam subsídio para o Transporte Coletivo de Londrina

Tramitando em regime de urgência, projeto de lei segue para sanção do prefeito Na noite...

Comente!

guest
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Décio Paulino
Décio Paulino
2 meses atrás

Resultado da deliberada política de desmonte dos órgãos federais ligados à educação. Como o Enem foi criado no governo FHC e teve sua ação ampliada no governo Lula através do excelente trabalho do então ministro Fernando Haddad, Bolsonaro nunca escondeu seu ódio ao Enem. A nomeação de um ministro incompetente para cuidar da Educação é certeza de que esse ministério está sendo entregue aos ratos e às baratas. Não há dúvida que o país está pagando caro pela suas escolhas eleitorais.

Buscar

Apoie o Blog

Paçoca TV

Herança Digital. Quem tem direito a ficar com seus seguidores e seus conteúdos na internet?
Herança Digital. Quem tem direito a ficar com seus seguidores e seus conteúdos na internet?
20:40

Paçocast

Enquetes

Nenhuma enquete aqui no momento, mas fique atento! Em breve novas enquetes no Paçoca com Cebola!
Barra Lateral 01
Barra Lateral 02
Barra Lateral 03
Barra Lateral 04