Depois de 15 anos Belinati é condenado a devolver 3 milhões. Veja a sentença na integra

Do G1

O ex-prefeito de Londrina Antônio Belinati foi condenado pela 1ª Vara da Fazenda Pública a devolver mais de R$ 3 milhões aos cofres públicos em uma ação que investiga fraude em licitação de serviços de roçagem em terrenos da prefeitura, em 1998.

O ex-prefeito também foi condenado a oito anos de suspensão dos direitos políticos. A sentença é de terça-feira (27), foi proferida pela juiz Marcos José Vieira, e cabe recurso.

A denúncia foi aceita em 2002 e é o principal caso de corrupção da terceira gestão de Belinati. Ex-secretários que atuaram junto com Belinati, à época, também foram condenados.

G1 tenta contato com a defesa de Antônio Belinati.

Após ter o mandato cassado em 2000, Belinati se candidatou por duas vezes para prefeito de Londrina. Em 2004, foi derrotado por Nedson Micheleti (PT) no segundo turno. Em 2008, foi eleito prefeito de Londrina pela quarta vez. Ele venceu no segundo turno o deputado federal Luiz Carlos Hauly (PSDB), com 138.926 votos (51,73% dos votos válidos).

Porém, dois dias depois da eleição, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) acatou um recurso do Ministério Público Eleitoral (MPE) que pedia a impugnação da candidatura, impedindo assim que Belinati assumisse o cargo.

Atualmente, o atual prefeito da cidade é o sobrinho dele – Marcelo Belinati (PP).

Veja abaixo a sentença:

7 comentários em “Depois de 15 anos Belinati é condenado a devolver 3 milhões. Veja a sentença na integra

  • 29/06/2017, 13:07 em 13:07
    Permalink

    15 após a denúncia ser aceita na Justiça
    Quase 20 anos do crime

    http://www.folhadelondrina.com.br/politica/quase-duas-decadas-depois-sai-sentenca-sobre-fraude-em-rocagem-em-londrina-981307.html

    A sentença, proferida na última terça-feira (27) em ação ajuizada em 2002 pelo Ministério Público, condena os réus por improbidade administrativa e determina que devolvam, de maneira solidária, o montante desviado com a licitação para campanhas eleitorais de Antonio Carlos (ex-deputado estadual) e José Janene (ex-deputado federal morto em 2010). O magistrado também determinou a perda da função pública, a suspensão de direitos políticos e o pagamento de multa civil – os valores variam conforme a culpa de cada réu.

    Além de Belinati e de seu filho, foram condenados os espólios de Janene e de Cassimiro Zavierucha (morto em 2015), que seria o tesoureiro da campanha eleitoral de 1998 de aliados de Belinati; os ex-secretários de Governo Gino Azzolini Neto; o ex-procurador jurídico Eduardo Duarte Ferreira; e os ex-diretores da então Autarquia do Ambiente (AMA), onde foi realizada a licitação, Mauro Maggi (presidente), Nelson Kohatsu (administrativo-financeiro) e Julio Bittencourt (operações); a empresa Tâmara e seus sócios José Luiz Sander e Vânia Maria Jolo, além de dois ex-servidores comissionados.

    Resposta
  • 29/06/2017, 14:14 em 14:14
    Permalink

    Será que seus laranjas pagam???????????????

    Resposta
  • 29/06/2017, 16:14 em 16:14
    Permalink

    Aposto que o Belinati está bem sossegado. Ainda mais que ele é aliado do tucano Beto Richa…

    Resposta
  • 29/06/2017, 17:25 em 17:25
    Permalink

    E o tetra condenado diretor da Sanepar Amtonio Carlos Belinati vai ficando no cargo, apesar da lábia de bico de lacre do economiário Munir Cuiche :

    “Mesmo tendo dois anos para implementar a Lei (das Estatais), a Sanepar já de imediato tomou as medidas para implantar as novas exigências”

    http://www.aen.pr.gov.br/modules/noticias/article.php?storyid=94426&tit=Sanepar-repassa-experiencia-com-Lei-das-Estatais-as-companhias-de-todo-o-Brasil

    Resposta
    • 29/06/2017, 19:01 em 19:01
      Permalink

      A única coisa que a Sanepar sabe implantar com rapidez é aumento de sua tarifa. Agora mesmo usou de uma gambiarra para tascar, em muitos casos, um aumento de 60% nos seus escravos, digo, nos seus usuários. Quem quiser conferir, compare as duas últimas faturas. Só escapa do aumento as famílias que consumirem em torno de 55 m3, isto é, famílias com 11 membros já que cada pessoa consome em média 5 m3 de água por mês.

      Resposta
  • 30/06/2017, 15:31 em 15:31
    Permalink

    Por acaso esta senhora que aparece abraçado com este sujeito não é a vice governadora , esposa pelo menos oficialmente do Ministro da Saúde e mãe de uma deputada Estadual ?
    Ora parece que na política não é só corrupção e tramoia que existem, mas também uma total falta de respeito , ou são artimanhas também ?
    Um já quase ancião e ela uma autoridade que deveria exigir respeito e não sair desta maneira agarrada , o que sem dúvida demonstra a sua índole e a sua moral.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: