DER abre hoje envelopes com propostas para o projeto de duplicação da PR 445

Parece que agora vai.

O Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR) abre hoje, às 14h30, os envelopes com as propostas das empresas interessadas na elaboração do projeto de engenharia de restauração e duplicação da PR-445, entre Irerê e Mauá da Serra, com extensão de 49 quilômetros e 700 metros.

O orçamento está estimado em R$ 5,6 milhões para o projeto de engenharia. O financiamento é pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e segue as regras da instituição.

A licitação de restauração e duplicação da PR-445 entre Irerê e Mauá da Serra acontece na modalidade Seleção Baseada na Qualidade e Custo (SBQC), em que empresas pré-selecionadas são convidadas a apresentar propostas técnicas e de preço. As propostas foram entregues em envelopes lacrados diretamente no DER/PR, em Curitiba, até o final da tarde dessa segunda-feira (2) e a abertura dos envelopes está agendada para essa terça-feira (3), às 14h30, na sede do DER/PR, em Curitiba, com transmissão pela internet. Link para acesso à transmissão https://www.youtube.com/channel/UCeNv-ONHtnj0JU6x76M2jXA/live

Podem participar seis empresas pré-selecionadas pelo BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento). Duas brasileiras (Engefoto e Consórcio Prodec Unidec); duas portuguesas (Consórcio Viaponte Concresolo e Consórcio Cobba Engevix) uma espanhola (Consórcio Engecorps Typsa-Logit) e uma israelense (Consórcio TNM Astec).

No caso das propostas técnicas são avaliados três critérios: experiência prévia da empresa, qualificação dos profissionais participantes na elaboração do projeto e plano de trabalho. Depois dessa fase, ainda sem prazo definido para ser concluída, cada empresa recebe uma nota. Depois acontece a abertura dos envelopes com as propostas de preço. O critério é o menor valor oferecido. A previsão é concluir a licitação até março.

O projeto será dividido em dois subtrechos e deverá ser executado por uma única empresa. O subtrecho 1, que vai da entrada da BR-376 de acesso a Mauá da Serra à entrada de acesso à Lerroville, com extensão de 26,8 km; e o subtrecho 2, que começa após o acesso à Lerroville ao início da duplicação (km 50), e extensão de 22,9 km.

Com Assessoria do deputado Tiago Amaral.

Deixe uma resposta