Desabafos, choros e a responsabilidade de Deus

Acabaram há alguns minutos os discursos de posse dos vereadores de Londrina.

Impressiona como falam de Deus a todo momento. Lembrando que a Câmara anterior também falava até em excesso, e deu no que deu.

Constata-se também o poder das igrejas evangélicas como a Assembleia de Deus e Presbiteriana que terá uma bancada bem representativa.

Alguns desabafos como o vereador Deivid Wisley que citou a demissão de uma emissora de TV, que considerou injusta, como impulsionador da nova fase.

Da vereadora Lu Oliveira que discursou fortemente contra a corrupção citando que o mundo tem mais de dois mil anos. Aliás, bem mais né. Há registros da espécie humana há 350 mil anos e o humano que conhecemos hoje já havia sido notado há 50  mil anos. Mas a Terra enquanto planeta se formou há cerca de 4,5 bilhões de anos.

Ainda teve o vereador Giovani Matos que fez jogral com a patroa.

Além dos choros do vereador reeleito Fernando Madureira e da novata Mara Boca Aberta.

2 thoughts on “Desabafos, choros e a responsabilidade de Deus

  • 01/01/2021, 22:23 em 22:23
    Permalink

    Com tantos vereadores batendo no peito para anunciar sua fé cristã, bem que o prefeito poderia isentar os ateus do pagamento do IPTU. Quá! Quá! Quá! E parem de chamar Londrina de Nova Londres. Londres é uma cidade cosmopolita, Londrina ainda é uma cidade de capiaus. Londrina é feminino de londrino, é uma palavra relativa a Londres, não tem nada a ver com Nova Londres. E a Jessicão anunciando a guerra contra o “maldito vírus comunista”? Quá! Quá! Quá! Outro soldado da luta contra o “maldito vírus comunista” deve ser o Santão, que já começou xingando o pessoal da Justiça Eleitoral (eu acho, já que é o pessoal da Justiça Eleitoral que diz que candidato não pode sair distribuindo brinquedinhos de plástico pra favelado) de canalha. Quá! Quá! Quá! E o hair stylist e fashion stylist do Eduardo Dominaga é o mesmo da Jessicão? Quá! Quá! Quá!

    Resposta
  • 03/01/2021, 12:39 em 12:39
    Permalink

    Bando de hipócritas, usando o nome de DEUS em vão.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: