Desta vez não foi o mordomo ou o estagiário. A culpa foi da “incongruência”

Este blogueiro já viu o bandido ser culpado, o mordomo ser culpado, o estagiário ser culpado. Mas é a primeira vez que uma tal de “incongruência” é a responsabilizada por um erro.

Segundo o relatório feito pela Corregedoria-geral da prefeitura de Londrina juntamente com a Controladoria-geral do município, a culpa de o condomínio do prefeito Marcelo Belinati pagar IPTU muito, mas muito abaixo dos demais imóveis da cidade até o ano passado, foi culpa de uma “incongruência” na elaboração do projeto de lei da Planta Genérica de Valores de 2009 e de 2014, quando não foi destacada uma face de quadra específica para o Condomínio Village Premium, repetindo-se na listagem tributária da planta de 2017.

Então tá. A “incongruência” vai ser processada. Se culpada mesmo, vai ser presa? Prestar serviços à comunidade?

Deixe uma resposta