Diretor tenta se segurar na Postalis

Do Antagonista

Michel Temer precisa saber disto: Humberto José Teófilo Magalhães, atual diretor de investimentos da Postalis, tenta de todas as formas se segurar no cargo. Aos colegas de trabalho, ele não tem conseguido disfarçar o nevosismo com as movimentações dos últimos dias.

Humberto desembarcou no fundo de pensão dos Correios por indicação de Carlos Lupi e é suspeito de causar “danos ao patrimônio da Funcef”, quando por lá passou.

Ele também sempre operou para Josemir Mangueír Assis, alvo de condução coercitiva na Operação Custo Brasil.

Josemir, por sua vez, é ligado ao casal PB e GH por meio do petista Nedson Micheleti, ex-prefeito de Londrina, hoje assessor especial da presidência da Caixa.

Há menos de quatro meses, aliás, Humberto era diretor de Josemir na Caixa Seguridade.

3 thoughts on “Diretor tenta se segurar na Postalis

  • 28/06/2016, 16:03 em 16:03
    Permalink

    A AntaCorista prefere alguém indicado pelo Jucá, com aval do Renan e do Sarney. KKKKK

    Resposta
  • 28/06/2016, 16:29 em 16:29
    Permalink

    Do correspondente em Brasília

    Zeno Minusso, sindicalista e funcionário do gabinete do então deputado federal Paulo Bernardo e da senadora Gleisi Hoffmann, aparece recebendo a dinheirama mensal desviada pela Consist dos empréstimos consignados dos funcionários públicos no Ministério do Planejamento. E ainda o ex-vereador de Londrina e professor municipal Gláudio Lima, que foi funcionário do gabinete da senadora Gleisi Hoffmann quando cedido pelo prefeito Barbosa Neto (PDT), aparece no organograma da quadrilha. É o que descreve os blogs O Antagonista e revelado pelo blog Tome Conta de Londrina: http://migre.me/udVYc

    Resposta
  • 28/06/2016, 16:58 em 16:58
    Permalink

    A PF vai ficar nos contratos da Consist feitos através do governo federal ou vai avançar a investigação e pegar os contratos da Consist com o governo tucano de São Paulo? Não vai ser difícil descobrir o filé que foram os contratos feitos especialmente com o governo José Serra.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: