Disputa na Federação Paranaense é um festival de mediocridade

A eleição para a presidência da Federação Paranaense de Futebol virou uma guerra de bastidores, com golpes baixos, chantagem e todo tipo de malandragem.

Dois candidatos disputam a eleição: Hélio Cury – atual presidente – e o ex-candidato ao Senado, Ricado Gomyde – que pertence ao PCdoB, aquele partido que não pode ver uma boquinha.

Falando sério, um não é grande coisa e o outro não é coisa grande.

Cury sucedeu o famigerado Onaireves Moura que havia ficado 23 anos na presidência da Federação. Cury assumiu o cargo em 2008. Lá se vão sete anos e não se vê progressos significativos nas competições estaduais.

Por outro lado tem o Gomyde – aquele que, quando era assessor de qualquer coisa no Ministério do Esporte prometeu o placar eletrônico para o Estádio do Café – que quer que o governo do Paraná passe a transmitir os jogos da segunda e terceira divisão do Paraná.

É um brincalhão.

O Paraná está quebrado, não tem dinheiro para pagar salários, há risco de universidades estaduais fechar as portas e o Gomyde quer que o governo use dinheiro público para transmitir jogos das “empolgantes” segunda e terceira divisão?

É ou não é um brincalhão?

Um comentário em “Disputa na Federação Paranaense é um festival de mediocridade

  • 25/02/2015, 12:33 em 12:33
    Permalink

    Até que não é má ideia passar alguns jogos na tv publica, porque elas já tem as despesas e ninguém assiste.
    Tvs educativas, tv camara, senado, canais universitarios, canais legislativos, comunitarios, por acaso você já assistiu alguma vez?
    A Tv Brasil transmite a serie C, e só quando tem alguém assistindo, e esse ano vamos ver o LEC.

    Resposta
  • 25/02/2015, 14:54 em 14:54
    Permalink

    Dupla atlétiba quer mandar? Coxa e Trétis?

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: