Dois médicos da prefeitura de Londrina são investigados por excesso de atestados

Ouvindo hoje a Rádio CBN de Londrina fiquei sabendo que a prefeitura abriu uma investigação administrativa para apurar a atuação de dois médicos do Sistema Público de Saúde.

O caso é que os dois são acusados de pedirem licença da prefeitura, através de atestados médicos, e no mesmo período da licença estarem prestando serviços em clínicas e hospitais particulares.

Um deles apresentou 89 atestados entre 2011 e 2015, mais de 20 por ano. Segundo o Corregedor do Município, Alexandre Trannin, em entrevista à CBN, toda vez que percebe-se um número elevado de pedidos de licença médica, o servidor passa a ser observado mais atentamente.

Um comentário em “Dois médicos da prefeitura de Londrina são investigados por excesso de atestados

  • 18/02/2016, 10:47 em 10:47
    Permalink

    Muitos médicos só estão lá pra garantir uma aposentadoria e renda extra. Vivem de atestado e, com a influência, conseguem cagar a grade de plantões faltando em horários movimentados pra repor em horários tranqüilos.

    Se você se consultar com esses médicos numa UBS e depois no consultório próprio, parece que são duas pessoas completamente diferentes.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: