Durma com um barulho desse: Um terço da comissão do impeachment é investigado

Hipocrisia. Dos 21 parlamentares indicados para a comissão do impeachment no Senado mais de um terço responde a processos no Supremo Tribunal Federal (STF). Dos oito senadores com processos, quatro são investigados pela Operação Lava Jato. Este grupo será responsável por analisar a denúncia contra a presidente Dilma Rousseff.

6 comentários em “Durma com um barulho desse: Um terço da comissão do impeachment é investigado

  • 25/04/2016, 14:35 em 14:35
    Permalink

    E daí? Os que defendem o afastamento da presidente estão felicíssimos com o Temer (delatado um monte de vezes na lava jato) na presidência e o deputado Eduardo Cunha (respondendo a 6 inquéritos na PGR) na vice-presidência. Então quem vai se preocupar com alguns senadores corruptos que vão julgar a presidente?

    Resposta
  • 26/04/2016, 00:46 em 00:46
    Permalink

    Deu no Terra: “Domésticas tiveram aumento real de 4,6% nos salários em 2015”. Socorro, Temer! Socorro, Serra! Devolvam nossas domésticas com salários do tempo de FHC.

    Resposta
  • 26/04/2016, 08:24 em 08:24
    Permalink

    Importante a divulgação do tipo de processo que cada senador tem. Quando por corrupção ou algo ligado a note tem valor. Caso contrário, corre o risco de de generalização. Afinal, algum momento da vida um cidadão comum pode ser questionado na justiça por ação trabalhista, divergências em contratos, etc. Para isso existe nossos códigos e juízes.

    Resposta
    • 26/04/2016, 10:37 em 10:37
      Permalink

      O senhor está certo. Quem é investigado não é condenado. E a investigação pode ter tido início numa caguetagem sem provas ou numa caguetagem feita feita para agradar promotores públicos e livrar a barra do cagueta. E também existe a investigação iniciada por denúncia de desafeto político. Na maioria dos casos não leva a nada, serve apenas para desgastar o acusado perante a opinião pública.

      Resposta
  • 26/04/2016, 15:50 em 15:50
    Permalink

    Mas estão questionando isso agora? A lei vigente faculta a esses senhores assumirem seus cargos até a sentença em definitivo, sem possibilidade de recurso? Me parece que os esforços na publicidade e no marketing estão bem superiores aos esforços em tirar o país da crise? Aliás, alguém poderia me esclarecer quais foram as ultimais medidas tomadas pelo governo federal para o desenvolvimento do Brasil nos últimos 6 meses? Tá difícil? Pode ser nos últimos 12 meses. Ainda não? 18 meses então….

    Resposta
    • 26/04/2016, 21:26 em 21:26
      Permalink

      O senhor também poderia dirigir sua pergunta aos deputados federais. Aliás, muito mais aos deputados federais, que vêm fazendo boicote sistemático às ações do Executivo desde a posse da presidente Dilma no segundo mandato e, especialmente, desde a posse do membro da igreja evangélica Assembleia de Deus, o presidente santíssimo Eduardo Cunha, na presidência da Câmara.

      Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: