E o ISS?

Só para recordar, a investigação sobre uma possível malversação nos pagamentos de ISS em Londrina foi iniciada pelo Ministério Público a pedido do próprio prefeito Marcelo Belinati, em novembro de 2018.

O caso está com o promotor Jorge Barreto da Costa.

Em dezembro membros do Gaeco estiveram na prefeitura coletando informações.

É bem possível que em breve haverá novidades estremecedoras.

“Dependendo das situações, o ISS não era quitado e, consequentemente, como resultado do procedimento de não quitação do processo administrativo, emitia-se certidões [de dívida ativa] que permitiam que o município executasse esses débitos. O problema é que essas certidões não estavam sendo emitidas”, explicou Barreto à Folha de Londrina.

Deixe uma resposta