E o primo distante, voltar nunca mais?

Do Contraponto (por Ruth Bolognese)
Enquanto o ex-governador Beto Richa é permanentemente lembrado pela Procuradora Geral da República, Raquel Dodge, que o quer preso, seu primo cada vez mais distante, Luiz Abi Antoun, está na base do tranquilo e favorável.

Desde que foi para o Líbano, no dia 23 de setembro, com autorização do juiz Juliano Nanúncio, da Terceira Vara Criminal de Londrina, Luiz Abi alegou problemas de saúde, uma tosse fortíssima, para não voltar e até mandou atestado médico (escrito em árabe) para a Justiça. Permanece inalcançável. Ele foi alvo de mandado de prisão no dia 6 de outubro.

Luiz Abi é peça chave em todas as investigações e operações que envolvem o ex-governador Beto Richa em acordos que o MPF diz terem sido ilícitos com a área de cobrança de pedágio no Paraná e de outras operações como Rádio Patrulha e Quadro Negro. E acompanha o ex-governador desde os tempos da prefeitura. As investigações apontam que Luiz Abi era uma espécie de caixa central de todo o esquema de arrecadação desde quando Beto Richa era prefeito de Curitiba.

2 comentários em “E o primo distante, voltar nunca mais?

  • 07/11/2018, 17:16 em 17:16
    Permalink

    A PF já tá na cola dele. Vsi buscar como achou o PC Farias.

    Resposta
  • 07/11/2018, 18:42 em 18:42
    Permalink

    Volta, Volta NÃO, por obra, barbeiragem e bondade de um juiz que deveria ter sido um pouquinho mais sagaz, um pouquinho menos inocente ao liberar mais este corrupto Made In Londrina. Dinheiro nao vai lhe faltar para o resto sa vida. Este juiz deveria ser objeto de ibvestigacao, vai ser barbeiro assin la na PQP.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: