Eleições de 2020. Calendário mantido. Mas pode mudar

O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Luís Roberto Barroso afirmou ontem que como forma de reduzir aglomerações no dia de votação, as eleições municipais desse ano poderão ser divididas em dois dias de votação ou terem o horário de votação ampliado até as 20h. A declaração foi dada na manhã de ontem em entrevista ao site do jornal “Valor Econômico”. Barroso toma posse na próxima segunda-feira (25) como presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) e deverá comandar a organização das eleições desse ano.

Há, no entanto, um movimento na Câmara Federal para que a data da eleição seja alterada para o dia 5 de dezembro.

Deixe uma resposta