Em editorial, Jornal de Londrina dá outro cutucão no presidente da CMTU

O editorial do Jornal de Londrina de hoje trata da pisada no tomate do presidente da CMTU, José Carlos Bruno de Oliveira, que convocou uma coletiva para, nem tão sutilmente, intimidar a jornalista Erika Pelegrino.

O mais curioso é que na segunda-feira o prefeito Alexandre Kireeff (PSD) havia recebido em seu gabinete diretores e chefes de redação de praticamente todas as midias de Londrina para apresentar um balanço do que foi feito durante o ano, projetos futuros, etc.

A ideia do prefeito com a reunião, além de mostrar o que tem sido feito, foi de se aproximar um pouco mais da midia.

A atitude de José Carlos Bruno de Oliveira provocou exatamente o contrário. O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Norte do Paraná emitiu uma carta condenando a atitude do presidente da CMTU. O tema também repercutiu nas redes sociais.

Veja abaixo o editorial do Jornal de Londrina

A apuração jornalística independente vai além do que é dito pelas fontes oficiais

A Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU) deu exemplo de autoritarismo nesta semana. Após a publicação, pelo JL, da reportagem “Célula que recebe lixo só tem mais cem dias de vida útil”, o presidente do órgão, José Carlos Bruno de Oliveira, convocou uma entrevista coletiva para desqualificar o trabalho da jornalista Erika Pelegrino.

Oliveira não desmentiu dado algum. Ele ratificou que não existe risco de o Município ficar sem espaço para depositar o lixo, o que consta no texto, mas atacou o JL pelas outras fontes, gabaritadas, que foram ouvidas e que veem a situação com preocupação. Ora, é obrigação de qualquer jornalista mostrar os fatos sob diversos ângulos analíticos, para bem informar o leitor.

A atitude da CMTU foi repudiada pelo Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Norte do Paraná, que divulgou uma nota. Hoje, o JL também se pronuncia sobre o assunto, porque Oliveira repreendeu o trabalho de apuração jornalística independente, que vai além daquilo que é dito pelas fontes oficiais, mas sem ignorá-las, é claro.

Vir a público para intimidar jornalistas, sobretudo quando não há informações equivocadas nas reportagens, não é uma atribuição do presidente da CMTU. O esforço dele deve ser o de buscar e aplicar soluções para os problemas enfrentados pela cidade.

2 comentários em “Em editorial, Jornal de Londrina dá outro cutucão no presidente da CMTU

  • 21/11/2014, 14:20 em 14:20
    Permalink

    Fica evidente a falta de preparo para o cargo que ocupa, o nobre amigo do prefeito, ao invés de procurar soluções para resolver os problemas da companhia que não são poucos , ele tenta desqualificar o trabalho imparcial da jornalista, mais uma vez Londrina constata que o alcaide , escolheu muito mal seus subordinados, optando em nomear amigos e cabos eleitorais para administrar a cidade, a chamada administração técnica não existe, é virtual,e ainda querem se apropriar do nome a “turma do bem”, só se for bem mal administrada.Londrina está sem comando, infelizmente não sabemos eleger políticos capazes.

    Resposta
  • 23/11/2014, 20:34 em 20:34
    Permalink

    Estão pensando que estão lidando com os bois da exposição, bem ja tivemos de tudo tocando a cidade, e esta turma veio pra coroar o turma do berrante.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: