Em quem confiar?

Daquelas coisas que só acontecem no âmbito da política.

O deputado estadual Nelson Justos, aquele que foi protagonista e popstar durante a crise conhecida como Diários Secretos – o cara é acusado de estar envolvido até o último fio de cabelo preto no esquemão de transferência de dinheiro público para o seu bolso e de parças (descoberto pela RPC)- quer ser o presidente da Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa. 

Pois é. Ele só quer ser presidente da CCJ, a Comissão mais importante do legislativo. Só isso.

Mas os deputados novatos estão com os três pés atrás. E não querem já de cara manchar a largada na casa com o apoio ao enroladão.

Mas o que esperar de uma casa cujo presidente que deve ser reeleito para o cargo está na crista da onda na Operação Quadro Negro e outra mais?

 

Deixe uma resposta