Esquema do Bicho em Arapongas

Por Guilherme Batista/Radio CBN

O delegado do Grupo de Atuação Especial e Combate ao Crime Organizado, em Londrina, Ricardo Jorge, detalhou, em entrevista à CBN, o esquema milionário do jogo do bicho desbaratado pela polícia em Arapongas, no Norte do Paraná, nos últimos meses. A investigação culminou no oferecimento de uma denúncia contra cinco pessoas acusadas de participação no esquema, entre elas o presidente da Câmara de Vereadores da cidade, Osvaldo Alves dos Santos, do PSC, preso na última sexta-feira suspeito de comandar a organização criminosa. Elas vão responder criminalmente por envolvimento em jogos de azar e lavagem de dinheiro. Um contador, que seria o responsável por gerenciar as empresas de fachada usadas no esquema, também teve a prisão preventiva decretada pela Justiça e é considerado foragido.

De acordo com o delegado, foi possível descobrir, durante as investigações, mais de 250 pontos do jogo do bicho espalhados por Arapongas. Todos os locais, conforme ele, faziam parte do esquema, que enviava motociclistas aos pontos para recolher o dinheiro obtido com os jogos. Ricardo Jorge afirma que o esquema tinha o poder de movimentar pelo menos R$ 20 mil por dia: 80% deste valor era destinado aos responsáveis por chefiar a organização, entre eles o vereador Osvaldo dos Santos, e o restante, 20%, ficava com os comerciantes. (leia mais)

2 thoughts on “Esquema do Bicho em Arapongas

  • 21/12/2020, 10:27 em 10:27
    Permalink

    Uai… Londrina também tem jogo de bicho em todas as bancas e butecos. Uma lei lá e aqui?????????

    Resposta
  • 21/12/2020, 15:10 em 15:10
    Permalink

    Que bicheiro guloso!!! Não podia mesmo dar certo essa divisão: 80% pra um e 20% para os donos dos pontos de bicho. Os véinhos dizem que, nos anos da ditadura, ninguém atrapalhava o jogo de bicho mas, na partilha da bufunfa, sempre entrava muita gente. Se me entende…

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: