Esse Youssef não larga do pé da Gleisi. Ele declarou de novo que teria “pago” parte da campanha dela

O doleiro londrinense, Alberto Youssef, disse em depoimento novamente, que fez repasses de dinheiro desviados de contratos de empreiteiras com a Petrobras, a políticos do PT e do PMDB. Ele confessou que na campanha de 2010, o ex-diretor da Petrobras, Paulo Roberto Costa, lhe falou para fazer o pagamento de R$ 1 milhão para a campanha de Gleisi Hoffmann (PT). Também disse que fez pagamentos ao deputado Vaccarezza (PT) e senador Valdir Raupp (PMDB). Os políticos negaram receber valor ilícito em suas campanhas eleitorais.

Um comentário em “Esse Youssef não larga do pé da Gleisi. Ele declarou de novo que teria “pago” parte da campanha dela

  • 09/11/2015, 16:50 em 16:50
    Permalink

    O MORO gosta da voz suave de pé de nuca do Yossef que se não fosse doleiro ia ser motorista particular do casal até para cobrir(no bom sentido) os dois quando precisarem
    Quando o MORO se sente só com um vazio imenso ele chama o Yossef que teima em dizer nada do Lula que o Moro sonha prender.
    Ai quem não tem gato cassa com yossef e pau na gleise(no bom sentido)

    Resposta
  • 09/11/2015, 20:57 em 20:57
    Permalink

    Esse Youssef também não larga do pé do Aécio. Confirmou na CPI da Petrobras que o ex-deputado José Janene lhe contou como Aécio recebia dinheiro de Furnas através da irmã, sendo que o repasse era através da Bauruense. Esse Youssef também não larga do pé do senador Álvaro Dias. Youssef confirmou que seu jatinho já fez campanha do senador e com combustível pago pelo contribuinte maringaense. Quanto aos repasses pra campanha da Gleisi, ele deve ter provas. Vamos esperar que o juiz Moro as apresente. Afinal esse R$ 1 milhão fez um caminho tão tortuoso (segundo o próprio Youssef) que é possível que ele tenha ficado pelo meio do caminho. O único que pode confirmar a história/estória do Youssef é o sr. Michel Gelhorn, já condenado pelo crime de formação de quadrilha e sonegação fiscal, sócio do Ratinho, aquele que tinha milhões de dólares no HSBC da Suíça e cujo filho hoje anda abraçado ao Beto Richa. Como só acredito vendo, espero que o juiz Moro apresente as provas que recebeu do Youssef.

    Resposta
  • 10/11/2015, 11:30 em 11:30
    Permalink

    Falta bom senso. E ainda tem gente que tenta defender a quadrilha petista. Nem a musa do petrolão consegue se defender tal qual esses janocas.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: