Estadualizar o Teatro Ouro Verde. Você concorda?

Por Sandro Marques de Nóbrega

Outro dia li uma carta na Folha de Londrina, onde um concidadão pede ao Governador que estadualizar o Ouro Verde.
Respeito a opinião.

Discordo frontalmente.


Primeiro: o Ouro Verde já é estadual, pois é propriedade da UEL fim dos anos 70.
Segundo: o Estado já se demonstrou incapaz de gerir delegacias, construir IML, cuidar de estradas. Será incapaz de cuidar de um teatro.
Terceiro: o Estado precisa cuidar do que é nosso, construído com nosso suor, qual seja a UEL.
É chegada a hora de:
Primeiro: a população londrinense reconhecer a excelência, a importância e os efeitos positivos, duradouros e permanentes da UEL;
Segundo: é preciso parar de difamar. É fundamental defender a UEL e
Terceiro: conheça a UEL. De verdade.
Não estou aqui fazendo proselitismo. Apenas manifestando um sentimento de indignação pelos ataques covardes que a Universidade vem sofrendo, sem que o próprio cidadão que se beneficia dela, de forma indireta e muitas vezes sem saber, a defenda de forma enfática.
Também devem ser responsabilizados aqueles que dela se servem, para seus interesses políticos e projetos pessoais.
Isto também atrapalha.

E destrói.

2 comentários em “Estadualizar o Teatro Ouro Verde. Você concorda?

  • 19/06/2017, 13:05 em 13:05
    Permalink

    Pago pelo Estado em Curitiba para os curitibanos:
    – luz e água do hospital federal HC da UFPR
    – Biblioteca Pública do Paraná
    – Teatro Guaira
    – Orquestra Sinfônica
    – Procon em Curitiba
    – Rádio Educativa AM
    – Rádio Educativa FM

    Resposta
  • 20/06/2017, 14:43 em 14:43
    Permalink

    Estadualizar,o governo tá doido que ele queime de novo,já pensou numa reforma com aditivo de 5 milhões quanto da de propina.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: