Ex-governador Beto Richa foi preso hoje pela Policia Federal

do G1

O ex-governador do Paraná Beto Richa (PSDB) foi preso em casa, em Curitiba, por volta das 7h desta sexta-feira (25), de acordo com a Justiça Federal. A investigação que originou o mandado de prisão apura supostos crimes na concessão de rodovias do estado.

A prisão é preventiva, ou seja, por tempo indeterminado. Dirceu Pupo Ferreira, contador da ex-primeira dama Fernanda Richa, é outro alvo de prisão preventiva. De acordo com fontes do G1 Paraná, ele também foi preso.

As prisões foram decretadas pelo juiz Paulo Sérgio Ribeiro, da 23ª Vara Federal de Curitiba. O pedido foi feito pelo Ministério Público Federal (MPF) em um desdobramento da Operação Integração – que foi uma fase da Lava Jato, que investigou a concessão de rodovias no Paraná.

Beto Richa e Dirceu Pupo Ferreira foram presos por policiais federais. Os dois foram levados para a Superintendência da Polícia Federal (PF), na capital paranaense.

O ex-governador é investigado pelos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e associação criminosa.

A defesa de Beto Richa disse que ainda não teve acesso ao processo e, por isso, não vai se manifestar. O G1 tenta localizar o advogado de Dirceu Pupo Ferreira.

Preso no ano passado

No ano passado, Beto Richa foi preso pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), em Curitiba

No dia 11 de setembro, ele foi alvo de duas operações: uma realizada pelo Ministério Público do Paraná (MP-PR), pela qual foi preso, e outra da Polícia Federal (PF), em uma etapa da Lava Jato, em que foi alvo de busca e apreensão.

Fernanda Richa e Deonilson Roldo, que é ex-chefe de gabinete do ex-governador, e mais 12 investigados foram detidos suspeitos de envolvimento em um esquema de superfaturamento de contratos para manutenção de estradas rurais para o pagamento de propina para agentes públicos.

A investigação do Gaeco era sobre o programa do governo estadual Patrulha do Campo, que faz a manutenção das estradas rurais. A operação foi batizada de “Rádio Patrulha”.

De acordo com o MP-PR, apurava-se o pagamento de propina a agentes públicos, direcionamento de licitações de empresas, lavagem de dinheiro e obstrução da Justiça.

5 comentários em “Ex-governador Beto Richa foi preso hoje pela Policia Federal

  • 25/01/2019, 09:14 em 09:14
    Permalink

    Já,já o Gilmar Mendes entra em ação.

    Resposta
  • 25/01/2019, 09:26 em 09:26
    Permalink

    Deveria ter vindo até Londrina e falar com o juiz que autorizou o primo distante a dar um pulinho no Líbano e voltar rapidinho. Bobeira em Betão?

    Resposta
  • 25/01/2019, 10:18 em 10:18
    Permalink

    Acho que playboy não aguenta muita pressão de cadeia. Carinha criado no bembom fica doidinho pra sair do xilindró e curtir a vida boa que sempre levou. Desconfio que Beto Richa é candidato fortíssimo a delator premiado. Se o ministro Gilmar Mendes não vier rapidamente em seu socorro, em breve poderemos ficar sabendo como tem funcionado o submundo da política praticada pelos poderosos paranaenses.

    Resposta
  • 25/01/2019, 10:21 em 10:21
    Permalink

    Acho que fui acometido de otimismo infantil! Como pude acreditar, ainda que por um breve momento, que a elite econômica do Paraná vai permitir que fiquemos sabendo como ela tem conseguido manter o Paraná como uma capitania hereditária e a gente como uns colonos idiotas ou subservientes!?!

    Resposta
  • 25/01/2019, 13:16 em 13:16
    Permalink

    Falou tudo Décio, isso aqui é ainda uma Capitania Hereditária. Todos nos que somos trabalhadores, pagadores de inpostos e HONESTOS, Temos que reagir para o nosso bem e dos nossos descendentes. Chega de Requioes, Richas, Abis, Khurys, Traianos, Canzianis, Stephanis, Haulys, Barros, Justus, Rossonis e mais uma centena de politicos safados que se acham domos do Parana.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: