Ex-prefeito de Foz e vereadores são denunciados pelo MPF

O bicho pegou mesmo em Foz do Iguaçu. O ex-prefeito de Foz do Iguaçu, Reni Pereira (PSB) e mais 97 pessoas foram denunciadas pelo Ministério Público Federal (MPF), por um suposto esquema criminoso. O ex-chefe do Executivo é apontado como cabeça da organização criminosa, com a participação de vereadores e ex-vereadores, ex-secretários municipais e empresários.

Segundo a denúncia, um dos crimes seria um “mensalinho” aos vereadores em troca de apoio político na votação dos projetos do Executivo. Os valores variavam entre R$ 5 mil e R$ 10 mil mensais e teriam sido pagos a pelo menos 12 vereadores. Entre outros crimes está a indicação de parentes de vereadores para cargos na prefeitura e empresas terceirizadas.

O grupo também teria recebido propina para privilegiar o pagamento de empresas com contratos com a administração pública. Os denunciados vão responder pelos crimes de corrupção ativa e passiva, peculato, fraudes de licitações, falsidade ideológica, organização criminosa, dispensa indevida de licitação e usurpação do exercício da função pública. Oitenta e cinco já estão envolvidos na Operação Pecúlio.

Deixe uma resposta