Ex-reitora da UEL é condenada por improbidade

É meu amigo, a vida não está fácil para os petistas. Agora o  juiz da 2ª Vara da Fazenda Pública, Emil Tomás Gonçalves, condenou o ex-reitora da Universidade Estadual de Londrina (UEL) Lygia Puppato por improbidade administrativa.

Lygia, ex-vereadora pelo PT em Londrina, ex-deputada estadual e Secretária da Ciência e Tecnologia, foi condenda por ter editado e publicado uma revista/livro com as ações do seu mandato à frente da reitoria da UEL. A Justiça etendeu que a publicação, que teve o nome UEL – Tempo de luz/2002-2006, foi propaganda pessoal e desnecessária.

Também foram condenados o vice-reitor da época Eduardo di Mauro e o então coordenador de comunicação da Universidade Isaac Antonio Camargo.

Deixe uma resposta