Fim de feira: Até o deputado Plauto Miró deixou o DEM

do Celso Nascimento/Contraponto

O fim de um governo e a expectativa de poder criada pelo que assume produz efeitos imediatos no meio político. Como o antigo governante já não lhes dá as vantagens de que desfrutaram durante anos, o melhor a fazer é procurar abrigo no novo. Aliás, é sempre assim: o atual governo é sempre o melhor, com exceção do próximo.

Pelo menos dez deputados estaduais estão de malas prontas para mudar de partido. Eram todos muito fieis a Beto Richa, mas agora sentem necessidade de reservar lugar na caravana daquele que acreditam será o novo ocupante do Palácio Iguaçu.

A mais impactante das mudanças é a do deputado Plauto Miró Guimarães, parlamentar com mandato desde o início dos anos 1990, militante histórico do PFL/DEM representando a região dos Campos Gerais e ocupante do estratégico posto de primeiro-secretário da Mesa Executiva da Assembleia Legislativa.

Nos últimos dias, porém, agastado com o avanço tipo blitzkrieg dos Lupion – Abelardo e Pedro, pai e filho, que passaram a dominar  a cena na aliança do DEM com o PP de Ricardo Barros/Cida Borghetti -, Plauto passou a buscar espaço em outro quintal. Já sabe que vai para o lado de Ratinho Jr., mas ainda não definiu o partido para o qual migrará, se PSC ou PSD, legendas dominadas pelo candidato ao governo.

Um dos mais simbólicos atos da decisão que ainda não anunciou oficialmente foi o fato de ter saído do grupo de WhatsApp do DEM. Isso diz tudo na moderna forma de fazer política – tudo virtual.

Um comentário em “Fim de feira: Até o deputado Plauto Miró deixou o DEM

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: