Gás no estrangeiro

do Zé Beto/ Do enviado especial

Seis dias após a Copel reafirmar – numa teleconferência para investidores – que pretende privatizar a Compagas, o governador Carlos Massa Ratinho Junior divulgou no Instagram e na Agência Estadual de Notícias que a comitiva capitaneada por ele na Espanha visitou nesta terça-feira (19) a central de regaseificação do Porto de Segunto (Saggas), em Valência. Acompanhado dos presidentes da Copel, Daniel Pimentel Slaviero, da Compagas, Rafael Lamastra, e dos secretários da Casa Civil, Guto Silva, e Agricultura, Norberto Ortigara, o governador se mostrou impressionado com o porte da segunda maior planta de gás do país, que reúne no mesmo complexo toda a logística do combustível, da transformação à distribuição. “Uma nova fonte de energia renovável que é o futuro do Paraná e do Brasil”, declarou Ratinho Junior. No discurso, tudo muito lindo e maravilhoso. Mas se o Governo do Paraná não esconde de ninguém que planeja se desfazer dos 51% de ações da Copel na Compagas, qual o sentido desta visita internacional? Aí tem…

Um comentário em “Gás no estrangeiro

  • 20/11/2019, 10:42 em 10:42
    Permalink

    Rafael Lamastra da massa comunication para o gás mundial

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: