Greca consegue nova vitória e aprova o “pacotaço” na Câmara

do blog do Fernando Tupan

Os servidores não compareceram a votação de 2º turno das propostas da Lei de Responsabilidade Fiscal. Os sindicatos marcaram uma concentração na Praça 19 de dezembro, no Centro, com destino final na prefeitura, para protestar contra o prefeito Rafael Greca (PMN). Sem manifestantes a Ópera ficou entre a Polícia Militar e aos repórteres que compareceram ao espaço. (leia mais)

Em frente à prefeitura o grupo criticou o prefeito Greca, chamou-o de traidor, etc.

Enquanto isso o projeto que altera a previdência (005.00194.2017) foi aprovado por 25 votos a 10 contrários e uma abstenção. O adiamento da data-base de 31 de março para 31 de outubro e congelamento do plano de carreiras (005.00196.2017) passou com 25 votos a favor, 10 contrários e nenhuma abstenção. O que autoriza o leilão das dívidas (005.00198.2017) recebeu 28 votos favoráveis, 7 contrários e nenhuma abstenção. O projeto que propõe a Lei de Responsabilidade Fiscal (002.00020.2017) passou com 27 votos favoráveis, 10 contrários e nenhuma abstenção. Agora, os projetos seguem para sanção de Greca.

 

Deixe uma resposta