Histórias do Naym: Máfia no Futebol

Essa história vem corroborada pelo amigo Elzo Menão que foi cracão de bola dos tempos passados.
Renato Folador, hoje PhD em assuntos da Previdência era titular do Coritiba e cursava engenharia civil. Durante jogo contra o Iguaçú de União da Vitória pelo campeonato paranaense, jogo marcado na Loteria Esportiva, sentiu que o Coxa tinha condições de ganhar, mas, perdia por 1×0 e o time tocava bola no meio do campo; não lhe passavam a bola, faltava vontade de vencer e termina o primeiro tempo.
No intervalo, Renato Folador questiona o “corpo mole” dos coxas ao que foi informado que havia um acerto para perder o jogo. Revoltado, tirou a camisa, entregou ao técnico dizendo que não jogaria mais futebol profissional e que iria cuidar do seu curso de engenharia e se retirou do vestiário.

Deixe uma resposta