Horário de igrejas é igual a publicidade e três canais burlam lei, diz MPF

Coluna de Mauricio Stycer

Em três novas ações civis públicas contra Record, RedeTV! e Band-RJ, o Ministério Público Federal argumenta que a venda de horários na grade para igrejas configura uma ação comercial idêntica à venda de espaço publicitário.
Por isso, pede que as três emissoras se adequem à lei, que limita a 25% o total autorizado à comercialização. Segundo levantamento do MPF enviado à Justiça, as três emissoras ultrapassam este limite. Por este critério, a RedeTV! comercializa 40,04% do tempo total de sua grade, enquanto a Record vende 28,19% e a Band-RJ, 25,98%.

No Paraná há algo parecido com a CNT que vende praticamente 80% do seu horário para as igrejas.

Deixe uma resposta