Imposto de Renda terá correção de 4,5%, bem abaixo da inflação

O Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF), terá a correção de 4,5%. A informação foi confirmada pela presidente Dilma Rousseff, que disse que a medida provisória será encaminhada novamente ao Congresso. O veto para que a correção fosse de 6,5%, segundo ela, foi porque não cabe no orçamento público. Quanto maior o índice de correção da tabela, maior o número de contribuintes isentos do pagamento do imposto e menor a arrecadação.

Deixe uma resposta