Integrantes do Conselho Nacional do MP pedem investigação sobre mensagens

da coluna BR 18/Estadão

Quatro integrantes do Conselho Nacional do Ministério Público apresentaram hoje à Corregedoria do órgão pedido de investigação sobre o conteúdo da troca de mensagens entre o ministro da Justiça, Sérgio Moro, e procuradores integrantes da Lava Jato, publicadas pelo site Intercept. No pedido, os conselheiros dizem que “caso forem verídicas as mensagens e correta a imputação de contexto sugerida na reportagem, independentemente da duvidosa forma como teriam sido obtidas, faz-se imperiosa a atuação do Conselho Nacional do Ministério Público”.

No texto, os conselheiros ressaltam que “aqui não se forma nenhum juízo prévio de valor, cabe apurar se houve eventual falta funcional, particularmente no tocante à violação dos princípios do juiz e do promotor natural, da equidistância das partes e da vedação de atuação politico-partidária”. O pedido foi feito pelos conselheiros Luiz Fernando Bandeira de Mello (que é o secretário-geral da Mesa do Senado), Gustavo Rocha (ex-ministro de Direitos Humanos no governo de Michel Temer), Erick Venâncio (presidente da OAB do Acre) e Leonardo Accioly (da OAB de Pernambuco).  O documento foi enviado ao corregedor Orlando Rochadel. /Marcelo de Moraes

3 comentários em “Integrantes do Conselho Nacional do MP pedem investigação sobre mensagens

  • 10/06/2019, 17:50 em 17:50
    Permalink

    O evangélico Deltan Dallagnol, também conhecido como procurador da Vaza Jato, vai ter que fazer muita oração para deus mandar os corregedores darem uma bronquinha nele. Igual o STF fez com o Moro quando ele confessou ter vazado um grampo ilegal envolvendo Dilma e Lula. Quá! Quá! Quá!

    Resposta
  • 10/06/2019, 20:08 em 20:08
    Permalink

    No cafezinho hoje à tarde encontrei um conhecido que votou no Bolsonaro (ele votaria em qualquer um que prometesse diminuir as multas de trânsito e acabar com os radares nas estradas) bem feliz. Achei estranho já que a maioria dos bolsominions estão espumando pela boca por causa do jornalista americano que deixou nu o ministro da Justiça e o resto da turma do Moro. A resposta do meu conhecido veio rápido: – Bolsonaro está livre do mais forte candidato a presidente em 2022. Não vai precisar nem mandar Moro pro STF, um evangélico vai dar muito mais voto. Tem lógica…

    Resposta
  • 10/06/2019, 21:57 em 21:57
    Permalink

    Com Bolsonaro, vamos voltar rapidamente para o estágio do subdesenvolvimento. Mas nosso atraso não é só na parte econômica. Vejamos. Os gringos estão dando o drible da vaca nos capitalistas tupiniquins. Explico. Nossos capitalistas de meia tigela deram o golpe e puseram o Bolsonaro no Palácio Alvorada. Mas para quem o governo Bolsonaro está vendendo nossas ricas empresas estatais? Para os gringos! Na imprensa também somos bem tolinhos. Enquanto a maioria dos jornalistas bajulavam Moro e sua trupe de bolpistas, um jornalista gringo veio aqui e desmontou o esquema da república de curitiba. Alguém sacou por que o hacker (ou seria alguém da própria lava jato que se sentiu desprestigiado?) não entregou o material a um jornalista brasileiro? Simples. Porque ele sabia que havia grandes chances desse jornalista sair correndo para mostrar pro Moro e pro Dallagnol.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: