Julgamento da artista plástica Vanda Pepiliasco pode ser anulado

O julgamento da artista plástica Vanda Pepiliasco, ocorrido em maio deste ano pode ser anulado. A informação é do advogado de defesa Walter Bittar. Segundo ele a apelação da defesa será julgada pela 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Paraná.

Para relembrar o caso. Vanda Pepiliasco é acusada de ter assassinado a empregada doméstica Cleonice de Fátima Rosa em 10 de julho de 1993. O crime aconteceu no apartamento da artista plástica. (leia mais)

Em maio, 22 anos após o crime, Vanda foi condenada a oito anos e meio de prisão em regime semiaberto. Na época, Bittar disse que a perícia no local do crime foi deficiente. Ele alega também que Vanda não teve o pleno direito a defesa respeitado durante o julgamento. O Procurador do Ministério Público, do segundo grau, também concorda que houve cerceamento de defesa, por isso Bittar acredita que haverá um novo julgamento.

Veja abaixo a apelação apresentada ao Tribunal de Justiça:

Deixe uma resposta