Justiça Eleitoral cassa o registro da Prefeita eleita de Rancho Alegre, Darlene Moreira

Em Rancho Alegre rojões em parte da cidade e choro na outra parte.

É que a juiza eleitoral Ana Cristina Cremonezi cassou o registro da candidatura da vencedora da eleição local para prefeita, Darlene do Prado Moreira, por crime eleitoral.

Darlene também foi condenada a oito anos de inegibilidade.

A juiza condenou ainda Valter Aleixo da Silva, Sueli Iak dos Santos Silva, João Edevaldo de Almeida, Clayton Willian dos Santos, Lourival Ramos, Silvio Cazone, Bruno Sanches, Paulo Pereira do Santos, Alexandre Marcon e Cirgolino da Silva, todos a inelegibilidade de 8  anos.

 

Deixe uma resposta