Justiça Eleitoral nega pedido de coligação de Marcelo Belinati que queria impedir que Márcio Stamm falasse sobre o aumento do IPTU na propaganda eleitoral

A coligação do prefeito Marcelo Belinati, candidato à reeleição em Londrina, bem que tentou, mas a justiça negou o pedido para que o candidato Márcio Stamm discutisse o IPTU em sua propaganda eleitoral.
Em propaganda eleitoral no seu programa e nas redes sociais, Stamm diz que a prefeitura de Londrina arrecadou em três anos 385 milhões a mais por conta do aumento do IPTU que abalou o contribuinte londrinense.
A coligação de Belinati tentou tirar do ar a propaganda. Stamm informa na propaganda que uma pequena parcela do IPTU foi para obras, algo em torno de 8%, e questiona o que foi feito com o restante do dinheiro.

A juíza eleitoral CRISTIANE TEREZA WILLY FERRARI entendeu que a crítica é procedente e foi baseada nos números disponíveis no próprio site da prefeitura de Londrina, indeferindo o pedido da coligação do prefeito.
“Nós nos baseamos exatamente nos números apresentados no site da prefeitura. O fato é que esta administração só usou um pedacinho do que foi arrecadado com o aumento do imposto. E onde foi aplicado o restante? A população tem o direito de saber,” disse Márcio Stamm que fará uma live hoje no Instagram, às 19 horas, para debater o assunto.

One thought on “Justiça Eleitoral nega pedido de coligação de Marcelo Belinati que queria impedir que Márcio Stamm falasse sobre o aumento do IPTU na propaganda eleitoral

  • 22/10/2020, 11:54 em 11:54
    Permalink

    Ditadorzinho hein? Faz e quer proibir que se fale sobre o que fez. Será que o candidato a ditador de Brasília e seu amigão está virando também seu guru?

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: