LEC x SM Sport – caso está sendo discutido no Ministério Público

Foto Londrina Esporte Clube

E o Londrina Esporte Clube – único time que ainda faz sofrer este blogueiro – entra o ano cheio de dúvidas.

O atacante Dagoberto, artilheiro da Série B pelo LEC no ano passado renova ou não renova? A tendência é de renovação do contrato.

Mas outra questão incomoda mais. Esta, na área administrativa.

O gestor do futebol do clube, a empresa SM Sports, comandada pelo empresário Sérgio Malucelli ainda não decidiu se irá renovar o contrato com o time por mais um período de dez anos. A possibilidade está prevista no atual contrato que vence em 2020.

Mas enquanto isso, Malucelli está apertando o quanto pode a atual diretoria. Quando o contrato inicial foi assinado, a SM repassava 20% do que faturava com o time – receitas da CBF, publico nos estádios, venda de jogadores – para o clube. O dinheiro serviu para que o Londrina pagasse a maioria de suas pendências e também para a manutenção do setor administrativo.

Bom, alegando dificuldades financeiras, Malucelli renegociou o contrato e passou a pagar 10% do faturamento.

Agora, mais uma vez, quer reduzir o repasse… para 0% nos anos 2019 e 2020.

O Conselheiro do Londrina, advogado Ricardo Ramalho levou o caso para o Ministério Público do Trabalho, já que o LEC sofreu intervenção judicial.

O MP fez a pergunta básica: “Ao solicitar a redução do repasse, a SM apresentou os balanços financeiros comprovando a dificuldade?” Não, respondeu Ramalho.

Enfim. O MP recomendou que não se tome qualquer decisão antes de a empresa apresentar os balanços para que sejam analisados detalhadamente.

 

5 comentários em “LEC x SM Sport – caso está sendo discutido no Ministério Público

  • 15/01/2019, 16:44 em 16:44
    Permalink

    Por que já não compra de uma vez ao invés de menosprezar o clube e sua história? A parceira é boa,mais a cidade anda quebrada pra seguir o clube tanto como antes. Pode melar uma parceria que dá muito certo!

    Resposta
  • 15/01/2019, 16:47 em 16:47
    Permalink

    Belinati Marcelo na ambulância dirige melhor o Estádio do Café do que o Sérgio Malucelli

    Resposta
    • 15/01/2019, 18:25 em 18:25
      Permalink

      Não fale asneira

      Resposta
  • 15/01/2019, 19:43 em 19:43
    Permalink

    Dr.Ricardo Ramalho cumpriu sua obrigaçao. O Conselho de Representantes deve analisar
    os balanços. Uma coisa não deixa duvidas, se abrir mão dos 10% o Londrina E.C. vai sobreviver como.

    Resposta
  • 15/01/2019, 20:34 em 20:34
    Permalink

    se o polaco sair podem fechar esta time….bom ou mal so resto este cara para tocar futebol para 2 mil torcedores

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: