Legalização do jogo, você é a favor ou contra?

Muitas vezes o Brasil prima pela hipocrisia.

O carteado é visto em qualquer pelada de futebol, o jogo a dinheiro corre solto nas boas casas de família e em ambientes não tão familiares.

Nas igrejas rolam os bingos beneficentes, e muitas vezes não tão beneficentes assim. Em todas as cidades do País há bingos com premiação inclusive em dinheiro. É contravenção penal, mas todos jogam.

Da roleta do Silvio Santos ao Cartola Futebol Clube, o brasileiro adora jogar.

Há cassinos clandestinos rodando a roleta em toda parte. Isso sem falar o jogo do Bicho, instituição nacional

Pois bem, a proibição dos jogos de azar no Brasil foi estabelecida por força do decreto-lei 9 215, de 30 de abril de 1946, assinado pelo presidente Eurico Gaspar Dutra sob o argumento de que o jogo é degradante para o ser humano.

Você pode estar pensando que eu estou falando isso porque gosto de jogar. Ao contrário, eu não aposto nem em jogo de palito.

Mas acredito que as pessoas tem que ter o direito de jogar sim. Nesta semana o Congresso está discutindo a legalização do jogo. Sou a favor. Fiscalizado, o jogo rende impostos que poderão ser investidos em várias frentes.

E, falemos sério, quem joga o faz sendo o jogo legal ou ilegal, certo?

Óbvio, que há os que discordam. O deputado federal Luiz Carlos Hauly, por exemplo, integra uma frente parlamentar que é contra a legalização do jogo.

 

5 thoughts on “Legalização do jogo, você é a favor ou contra?

  • 05/07/2016, 14:15 em 14:15
    Permalink

    Deputados da base das Igrejas são contra por afetar a arrecadação nas igrejas.

    Resposta
  • 05/07/2016, 15:05 em 15:05
    Permalink

    concordo, desde q haja fiscalização e que se espelhe em exemplos bem sucedidos, sou totalmente a favor

    Resposta
  • 05/07/2016, 17:04 em 17:04
    Permalink

    Já existe um monte espalhado pela cidade. Vamos apenas legalizar.

    Resposta
  • 06/07/2016, 17:01 em 17:01
    Permalink

    Vai ficar bem mais”suave”lavar dinheiro…

    Resposta
  • 06/07/2016, 20:06 em 20:06
    Permalink

    Claro que sou a favor. Inclusive já tenho excelente nome para indicar para a Agência Nacional Reguladora de Jogos de Azar e Empobrecimento da Economia Popular (ANRJAM). Como todos sabem, o meu amigo Michel é também um grande defensor dos meus interesses e, com certeza, mediante muitos apoio$ dos meu$ amigo$ golpista$, se empenhará para que essa lei seja aprovada.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: