Leilão coloca à venda imóveis bloqueados pela Lava Jato

Olha que beleza.
Está marcada para a próxima segunda-feira a realização de um novo leilão de imóveis que foram bloqueados judicialmente durante as investigações da Operação Lava Jato, após determinação expedida pela 13.ª Vara Federal Criminal de Curitiba. Serão leiloados 73 apartamentos do Condomínio Hotel Aparecida, localizado na cidade de Aparecida (SP); e oito lotes do empreendimento hoteleiro denominado Web Hotel Salvador, na capital baiana.

Todos os imóveis pertencem à GFD Investimentos Ltda, empresa que era controlada por Alberto Youssef. O doleiro abriu mão dos bens em seu acordos de colaboração premiada celebrado junto ao Ministério Público Federal (MPF). Como somente um bem foi arrematado no primeiro leilão realizado no dia 16 de outubro, os valores dos demais imóveis foram reduzidos nesta segunda rodada. O dinheiro arrecadado com a venda dos bens ficará depositado em juízo.
O empreendimento Condomínio Hotel Aparecida tem, ao todo, 171 apartamentos, dois quais, 73 foram colocados à venda por determinação da realização do leilão. Cada unidade tem área total de 59,7 metros quadrados, sendo 16,8 metros quadrados de área privativa coberta e área de uso comum de 42,9 metros quadrados, e fazem parte do empreendimento Condomínio Hotel Aparecida. O valor de avaliação de cada unidade era de R$ 120 mil, mas com a realização da segunda praça, o valor mínimo da avaliação judicial agora é de R$ 60 mil cada.
Já o imóvel em Salvador tem 3.789 metros quadrados de área construída sobre um terreno de área de 9.246,31 metros quadrados, além do mobiliário de 120 unidades e das áreas de serviço e administrativas. O Web Hotel Salvador faz parte do “Condomínio Alfazema´´, localizado na cidade de Salvador.
Deduzido o percentual já arrematado (fração originária – 37,23%), o remanescente para alienação monta a 8%, fracionado em oito lotes, cada um com 1% do total do imóvel. No leilão, o valor mínimo para a venda de cada lote apregoado será de 50% do valor da avaliação judicial – R$ 52.274,26.
Participação
Os leilões serão realizados por meio eletrônico, por meio do portal www.marangonileiloes.com.br. No mesmo site estão disponíveis as fotos e a descrição detalhada dos lotes do imóvel a serem apregoados. O leilão será realizado no dia 30 de outubro de 2017, a partir das 14h.
Constitui ônus dos interessados examinarem os lotes do imóvel a serem leiloados. As visitas, quando autorizadas, deverão ser agendadas via e-mail [email protected]marangonileiloes.com.br.
O arrematante deverá efetuar o pagamento do preço do bem arrematado, deduzido o valor da caução ofertada, se o caso, no prazo de até 72 horas a contar do encerramento da praça/leilão, por meio de guia de depósito judicial em favor do Juízo responsável, sob pena de se desfazer a arrematação. O valor arrecadado com a venda será depositado em conta judicial.
Os lances poderão ser ofertados pela Internet, através do portal www.marangonileiloes.com.br, em igualdade de condições.
Editais do leilão estão disponíveis no site www.mpf.mp.br/pr
Lava Jato – Acompanhe todas as informações oficiais do MPF sobre a Operação Lava Jato no site www.lavajato.mpf.mp.br.

Um comentário em “Leilão coloca à venda imóveis bloqueados pela Lava Jato

  • 29/10/2017, 20:49 em 20:49
    Permalink

    Se o Moro e o Dallagnol distribuirem o resultado desses leilões entre os desempregados criados pela própria lava jato não dá uma cesta básica para cada um.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: