Leitor sempre atento e corneteando

Leitor antenado viu o Jornal Oficial de Londrina – edição de 1º de março – e encontrou na página 206 a publicação da Fundação de Esportes de Londrina (FEL) sobre os valores repassados a entidades e ligas de esporte londrinense: Inabilitados –  Projetos inabilitados por descumprirem os pré-requisitos para habilitação e as cláusulas do edital: TAEKWONDO – INSTITUTO PARANAENSE DE ESPORTE E CULTURA – pelo motivo -“Não comprova 50% da contrapartida. A documentação apresentada para a comprovação dos 50% de contrapartida é de pessoa Jurídica e está sem papel timbrado, portanto em desconformidade com o edital, por esse motivo não atendeu ao item 1.1.A. I do edital 001/2018.”  http://bit.ly/2F9QQys
Mas o mesmo edital demonstra que o IPEC recebeu para o Atletismo Masculino e Feminino para formação esportiva da juventude o valor de 200 mil reais e ficou em primeiro lugar no ranqueamento dos projetos com 7 pontos. Já para Atletismo M/F Esporte Adulto ficou com R$ 200 mil também em primeiro lugar com 7 pontos. A pergunta é como esqueceu de colocar um papel timbrado no projeto de taekwondo?
E a Liga de Futebol de Londrina para campeonatos Feminino e Masculino levará R$ 295.000,00 mil reais. E o detalhe da liga: não é filiada à Federação Paranaense de Futebol, mesmo colocando a logomarca da FPF no alto da página dela (http://bit.ly/2F996rB) e tendo organizado uma competição de futebol feminino em Londrina pela última vez em 2013.

Um comentário em “Leitor sempre atento e corneteando

  • 03/03/2018, 13:07 em 13:07
    Permalink

    Parece coisa do pessoal do handebol e assessores que anda magoado por causa do baixo orçamento. Cada uma nesse esportes. É pra que investir em esporte sendo que o Moringao está interditado? Para agradar meia dúzia de abnegados. Existem outras prioridades como saúde, educação e segurança.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: