Lembra do caso da “Tanatopraxia”? Acesf e empresários são condenados

Guilherme Marconi/CBNLondrina

O juiz Emil Tomás Gonçalves, da 2ª Vara da Fazenda Pública de Londrina, condenou os proprietários de duas empresas do ramo funerário e a Acesf (Administração de Cemitérios e Serviços Funerários) ao pagamento de R$ 100 mil por danos morais coletivos e ao ressarcimento de valores cobrados indevidamente de consumidores. A sentença atende ação civil pública proposta pelo MP (Ministério Público do Paraná), que demonstrou que no esquema descoberto em 2008 funcionários do serviço municipal e representantes dessas empresas induziram familiares de pessoas falecidas a contratarem serviços não necessários e por valores muito acima do praticado no mercado.

De acordo com as investigações, os consumidores eram convencidos a contratarem o serviço de tanatopraxia, uma preparação do corpo para o velório recomendada somente para as situações específicas.     O golpe era aplicado na Acesf com ajuda de terceiros e envolvia a coação de familiares para contratação do serviço em casos desnecessários. (leia mais)

Deixe uma resposta